Filial Seixal
Racionalismo Cristão


Discurso da Sra. Aida Almeida Lopes da Luz por ocasião
da primeira sessão nas instalações adaptadas, em 24/5/2004

Caros Companheiros de Doutrina:

O dia de hoje, 24 de Maio de 2004, é para nós um dia muito especial, já que iniciamos os nossos trabalhos de limpeza psíquica neste que é o nosso ansiado "Correspondente do Racionalismo Cristão no Seixal - Área de Miratejo - Margem Sul do Tejo - Portugal".

De há muito tempo a esta parte, cerca de duas décadas, vínhamos ansiando por que este dia chegasse. Daí, nos sentirmos emocionados, felizes, em estarmos iniciando os nossos trabalhos, há tanto esperados, conscientes de que este será mais um "Farol" a marcar presença na grande caminhada, rumo à senda do progresso espiritual, já um pouco extensa, mas muito longe ainda de atingir o alvo desejado, que só será alcançado quando toda a humanidade chegar ao esclarecimento necessário.

Não podemos deixar de ter presente o dia 12 de Outubro do ano transacto, dia em que alguns de nós fizemos uma primeira reunião, para estudarmos as "démarches" necessárias à formação de um núcleo "Racionalista Cristão" nesta Margem Sul do Tejo, conscientes de que muitos seres necessitavam de esclarecimento, alguns ainda sem quaisquer conhecimentos doutrinários e outros já com um certo grau de esclarecimento, não tendo, porém, possibilidades de se deslocarem, diariamente, à "Filial de Lisboa do Racionalismo Cristão".

Sendo o pensamento uma "Força saturada de poder", quando o elevamos com toda a nossa irradiação ao Astral Superior, conseguimos levar a bom termo o que efectivamente desejamos, principalmente quando se trata de algo de índole elevada, que para além de nos beneficiar a nós próprios, traz o beneficio geral a toda a humanidade sofredora, onde imperam as desavenças, a maldade, a inveja, a vaidade, guerras de toda a espécie, fruto de um materialismo exagerado, por desconhecimento total da humanidade como "Força e Matéria".

Foi assim que, ao pequeno grupo que se reuniu, outros companheiros se vieram juntando, doando o máximo de si à Causa que todos nós abraçamos. Alguns destes companheiros contribuíram mesmo com sua mão-de-obra, deixando seus afazeres diários para segundo plano, a fim de se poder, no mais curto espaço de tempo possível, dispor de nosso salão em condições de iniciarmos nossos trabalhos diários.

Conscientes de que a natureza não dá saltos, sabemos que foi chegado o momento por que todos nós ambicionávamos.

Sentimo-nos todos regozijados por conseguir ter chegado até aqui, tendo vencido a primeira etapa num curto espaço de tempo, e estamos certos de que tal facto se deve a termos tido sempre o apoio do "Astral Superior", em todos os nossos passos.

Cientes ainda de que, na formação de um Centro, há sempre obstáculos de toda a ordem a serem vencidos, esperamos que cada um de nós, e todos em conjunto, nos proponhamos seguir sempre em frente, sem esmorecimentos, qual batalhão de soldados fieis à sua Pátria, que enfrentam qualquer desafio em sua defesa.

Somos todos soldados ao serviço de um "Mundo" que queremos "Novo", mas para isso teremos de cerrar fileiras, respeitando os "Princípios Doutrinários", fazendo com que o nosso exemplo sirva de guia aos vindouros, dando-lhes força e coragem para vencer, mediante um estudo que lhes proporcione um conhecimento que se impõe.

Mantenhamos sempre uma disciplina rígida, nunca deixando que algo estremeça o pilar que ora estamos alicerçando com toda a honra e respeito. Recebamos os que a nós aportarem com carinho, mas com firmeza, dando-lhes o apoio de que necessitarem, a todos recebendo de igual maneira e a todos dando o mesmo tratamento, defendendo a igualdade de princípios norteadores, nunca acoando ninguém mas sim aconchegando-os no nosso seio, para que possam sentir a diferença.

Que este pilar se torne pois cada vez mais forte e seja o primeiro de muitos outros que a seguir, estamos certos, virão.

Entre nós militantes, principais responsáveis pelo bom andamento dos trabalhos, que a verdade seja sempre dita com o intuito de os melhorar cada vez mais, que nos tratemos a todos com respeito e sem melindres, tendo em conta que quando algo for observado, deverá ser estudado com carinho, a fim de se tirar sempre o melhor proveito, a bem de uma causa tão nobre como sói ser o "Racionalismo Cristão".

Que a verdade e o amor fraternal sempre imperem entre nós, vencendo todas as barreiras, permitindo sempre uma perfeita sintonia com o "Astral Superior".

De "Discurso de Aida Almeida Lopes da Luz" para a primeira página

Copyright©2005 racionalismo-cristao.org.br. All Rights Reserved